sexta-feira, 14 de maio de 2010

Quando tudo acabar...


Você fala que vai embora

Ela não acredita!

Você fala que vai embora

Nem você acredita!

Você não vai embora hoje

Os dois têm certeza...

Mas os dois não sabem,

Ninguém sabe

Que quando você for,

Irá pra sempre

Não deixará pegadas

Talvez perfume

Provavelmente lembranças

Certamente arrependimento

Não será da melhor forma

Será abrupto, dolorido, doído

Para os dois

Você demorará para acordar

Ela não vai consguir dormir

Você vai chorar

Ela vai se entorpecer

Vai demorar pra você processar

Mas ela vai se distrair, se enganar...

Você vai continuar andando

Ela vai permanecer parada

Você verá a tempestade castanha chegando

E ela vai por os óculos de lentes rosa e usar o guarda chuva colorido!

Você vai querer voltar

Ela vai te implorar

Mas você vai pensar...

E não vai aceitar

Ela vai apelar

Você vai se distanciar

Ela vai esquecer

Você vai relembrar

E assim ficará

Quando tudo acabar!

Um comentário:

lcs disse...

Lembra uma poesia minha.
Adorei, Anny!
Beijo!